Sobre as fases da Lua (ou ansiedade cronometrada)

Vira e mexe escuto “Oh, dia 23 é virada da lua cheia, hein”, ” Não sei se esse menino chega até fevereiro não”, “Não sei não, mas acho que está perto”… Ninguém faz por mal, aliás todos(as) falam com a melhor das intenções, estão ansiosos pela chegada do bebê desse lado de cá e talvez acreditem que a pobre coitada da mãe também esteja, tão ou mais ansiosa do que eles(as) próprios(as).

Na maioria das vezes, o final da gestação pode parecer eterno para algumas mães… Mas no meu caso NÃO… Eu poderia prolongar por mais 1 mês pelo menos! De verdade, do fundo do meu coração ! A barriga já pesa, a lombar dói, as posições para dormir já estão limitadas… mas a verdade é que nada disso tira a alegria de acordar com esse barrigão de duas em duas horas na madrugada e sentir o bebê mexer dentro de mim. Me sinto a “diferentona” por querer prolongar a gestação no meio de tantas mães que alcançam o ultimo mês e já não aguentam mais de vontade que o bebê nasça logo.

Eu queria mesmo era não me deixar influenciar por tantos comentários e por tantas historias… Mas é quase impossível negar o frio que sinto na barriga de pensar que, o controle (tal qual conhecemos) nada mais é que uma grande ilusão ! Esse bebê vai nascer na hora que ele quiser e se sentir pronto e maduro. A lua cheia… bem, ela pode ajudar, mesmo sem comprovação cientifica nenhuma (pois é fato, bebês pipocam em mudança de lua), mas…. só se ele quiser pipocar, e nesse caso, pode decepcionar os ansiosos de plantão. No meu caso, fica a ansiedade do “será que ele não pode ficar só mais um pouquinho ?”. Mas é isso, estou vivendo um dia de cada vez, e o mantra é “Eu aceito, Eu entrego, Eu confio, Eu agradeço“, e assim vou confiando e desapegando aos poucos, me permitindo viver cada milésimo de segundo que parecem tão absurdamente curtos de cada vez. Vou me acalmando, e conversando com o bebê, aceitando e confiando nesse vinculo mãe-filho e assim, me abrindo para a realidade de que não estou no controle de nada e que tudo acontecerá na hora que tem que acontecer e como tem que acontecer. 

Às pessoas bem intencionadas, #ficaadica : uma gestante já tem hormônios demais para lidar com suas superstições, teorias, ansiedades pessoais… Apoiem de outra forma, ajudem-na a diminuir a própria ansiedade, proporcionando momentos de qualidade e bem estar… As “caraminholas” se multiplicam na mesma velocidade que os hormônios, então sejam cuidadosos e testemunhem mais do que compartilhem, eu garanto que você fará uma gestante mais feliz  ^_^

À você, meu filho : Venha… venha na hora que você bem quiser e entender ! Estamos juntos no caminho! Somos fortes, corajosos e arretados _/\_ Amém !

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre as fases da Lua (ou ansiedade cronometrada)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s